O congresso mundial sobre conservação da natureza previsto para janeiro de 2021 em Marselha, França, foi adiado devido à pandemia de covid-19, sem que tenha sido marcada nova data de realização.

A informação foi hoje avançada pelo Ministério da Transição Ecológica, do governo francês, e pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN).

O congresso é a maior reunião internacional sobre biodiversidade e devia ter-se realizado em junho passado, mas foi adiado devido à pandemia.

Uma nova data de realização será anunciada em breve, disse o Governo francês em comunicado.

O Congresso Mundial de Conservação da UICN realiza-se de quatro em quatro anos e junta, além de dirigentes políticos e governos, organizações não governamentais, empresas, universidades e sociedade civil, procurando definir as principais preocupações ambientais e maneiras de as enfrentar.

É também o momento para atualizar a “Lista Vermelha” de Espécies Ameaçadas da UICN.

As dezenas de milhares de pessoas que eram esperadas no encontro deveriam preparar o caminho para outra importante reunião internacional sobre biodiversidade, a COP15, originalmente marcada para outubro na China, que também foi adiada sem uma nova data.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, também tinha planeado uma cimeira de chefes de Estado, a “One planet summit”, à margem do Congresso da UICN e antes da COP15. O Governo francês ainda não especificou se esta cimeira também foi adiada.

O último congresso tinha sido realizado no Havai, Estados Unidos, juntando cerca de 10 mil participantes.

Especialistas defendem que as alterações climáticas e a perda de biodiversidade são dois dos maiores desafios que o mundo enfrenta.

LUSA

ler mais