Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 18)
Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 18)
Published On: 13 Ago, 2020

Feromonas podem melhorar relação entre cão e gato do mesmo lar

Estudo, lembrando impacto de uma relação cão-gato negativa, sugere que uso de feromonas, sobretudo as que acalmam cães, pode tornar relação mais harmoniosa.

Feromonas podem beneficiar relações entre cão e gato, ao diminuir interações negativas e, nalguns casos, aumentando as positivas, mostra novo estudo norte-americano. 

Uma má relação entre um gato e cão residentes pode ter sérias consequências no bem-estar individual dos animais“, refere o Prof. Daniel Mills, um dos autores do artigo publicado no jornal Frontiers in Veterinary Science, na segunda-feira. “Um nível de stress social inaceitável ou acesso restrito a recursos essenciais como comida, água ou espaços sanitários”, bem como o “risco de lesões“, incluindo para a família humana, são alguns dos exemplos deste impacto negativo, sublinha.

Nesse sentido, o estudo randomizado, desenvolvido por investigadores da Universidade de Lincoln, procurou perceber o efeito de dois produtos, um que emite feromonas calmantes para gatos e outro que emite feromonas calmantes para cães, com o objetivo de analisar se tinham alguma influência positiva nas interações entre cães e gatos que coabitam no mesmo espaço.

Desenhado de forma a ter dois grupos paralelos (um para cada produto), com 17 participantes cada, o ensaio decorreu por um período de seis semanas, durante as quais os tutores tiveram de registar semanalmente a frequência de dez interações específicas indesejáveis/negativas entre os animais e a de sete interações específicas desejáveis/positivas, sem saberem qual produto tinham recebido (o que acalma cães ou o que acalma gatos).

Os resultados apontam para um impacto positivo na relação entre as duas espécies aquando da utilização de qualquer um dos produtos. As interações indesejáveis, como o canídeo a perseguir o felino, o felino a fugir e/ou esconder-se, o entreolhar fixo, o cão a ladrar para o gato, diminuíram significativamente ao longo do tempo do estudo, independentemente do produto utilizado. Já as interações desejáveis aumentaram, com o produto das feromonas calmantes para cães a mostrar um bom desempenho no que se refere ao incremento de saudações amigáveis e de tempo de relaxamento passado na mesma divisão.

Do mesmo modo, a perceção do tutor quanto ao estado de relaxamento do animal que recebeu o tratamento calmante melhorou, no período decorrente desde a segunda semana até à última (sexta) semana do estudo.

 

Feromonas calmantes para cães tiveram maior impacto positivo na relação

Os autores, conscientes de que em muitos lares o conforto do gato parece ser o fator com maior influência na qualidade da relação cão-gato, perceberam, contudo, neste estudo, que o produto para cães tinha maior impacto na frequência de interações desejáveis.

Segundo a Prof.ª Miriam Prior, uma das autoras, esta observação pode ser explicada, sugere, pelo facto de “o comportamento do cão ser o determinante primário da qualidade da relação do gato com o cão”. Por outras palavras, “um cão mais relaxado pode ter menor probabilidade de perturbar o gato, por exemplo, através da perseguição, resultando num gato menos stressado e mais disponível para estabelecer alguma ligação social com o cão“.

Posto isto, ainda que qualquer um dos produtos tenha mostrado capacidade de melhorar a relação multiespécie, os autores propõem que, caso seja necessário “selecionar apenas um”, o produto específico para cães “pode ser preferível, a não ser que haja uma necessidade particular para aumentar o relaxamento do gato“.

 

Feromonas são “apenas uma parte do input ambiental”. Mais estudos são necessários

Não obstante os resultados positivos, os investigadores lembram que “os produtos de feromonas são concebidos como um complemento para ajudar no relaxamento”. Sendo “apenas uma parte do input ambiental processado de forma individual, podem ter o seu efeito contrariado por sinais ameaçadores mais evidentes“, explicam. Essa é a razão, sublinham, pela qual os produtos de feromonas são, “para muitos dos problemas comportamentais, recomendados em combinação com um plano de modificação comportamental”.

Para aprofundar o conhecimento nesta área das feromonas, os especialistas afirmam que seria benéfico estudar o uso dos dois produtos individualmente e em combinação por oposição a um grupo de controlo (placebo).

ScienceDaily/VO

ler mais
Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 19)
Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 19)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ler mais