No vídeo é possível ver um homem a passar pelo controlo de bagagem de um aeroporto e, à medida que coloca a mala, apesar de o detetor nada encontrar, o cão que acompanha o polícia continua a ladrar, fazendo crer aos funcionários daquela zona aeroportuária que o homem poderia estar na posse de algum objeto proibido ou de drogas. Abrem a mala e verificam o seu conteúdo e não vêm nada de estranho. O cão continua a ladrar e os funcionários revistam-no. Mais uma vez, não encontram estupefacientes nem armas brancas ou objetos perigosos. Porque ladra então o cão? A resposta só será revelada no final do vídeo.

Intitulado de Karma, este vídeo, realizado pela agência Havas Worldwide, produtora Major West e com o apoio do ator João Melo e dos agentes da PSP Unidade Especial Luís Soares e Vítor Simões, faz parte de mais uma campanha de sensibilização para o abandono dos animais da associação, fundada em 2011 que tem como objetivos a promoção da cidadania, proteção do meio ambiente e saúde pública e proteção das pessoas desfavorecidas que têm a seu cargo um amigo de quatro patas.

De acordo com os dados divulgados pelo Ministério Público, Lisboa registou, em 2018, um aumento de 20,6% inquéritos-crime por abandono (198 dos quais resultaram em processos-crime) e maus tratos a animais de estimação (334 processos) face a 2017, aumento que se pensa poder estar relacionado com uma maior consciencialização da gravidade destes atos e da consequente denuncia a agentes de autoridade ou associações. Apesar do número ter aumentado, tal não representa necessariamente um retrocesso: estes valores são resultado de um maior número de campanhas de sensibilização, de uma maior e mais apertada fiscalização, bem como de um maior nível de alerta da população para estas situações.

Erica Quaresma