As principais doenças infecciosas dos cães são:

  • Esgana

É uma doença infecciosa transmitida por um vírus da família Paramixovirus e do género Morbillivirus que afeta, principalmente, os cães jovens. É transmitida através das secreções do animal infetado, seja por saliva, fezes ou urina. Pode apresentar sintomas no sistema respiratório, digestivo e neurológico. O seu controlo baseia-se na prevenção através da administração de vacinas e do controlo sanitário (desinfeção) do local onde se encontram os animais infetados.

  • Hepatite infecciosa

A Hepatite infecciosa é uma doença infecciosa transmitida por um Adenovírus tipo I, através das secreções de animais infetados. A maioria das infeções resultantes deste vírus são assintomáticas (não têm sintomas associados), ou começam por manifestar um quadro febril que evolui para outros sintomas comuns a outras tantas doenças, sendo assim esta doença de difícil diagnóstico. Quando, sua vez, os canídeos apresentam sintomas estes são já de alguma intensidade como dor abdominal, vómitos, diarreia, entre outros. Para o sucesso do tratamento é importante fazer um rápido diagnóstico, para, posteriormente, ser vacinado.

  • Parvovirose

Esta é uma doença provocada pelo Parvovirus canino que afeta principalmente cães jovens, imunodeprimidos ou que ainda não tenham completado o programa de vacinação ou que não tenham as vacinas em dia. É transmitida, principalmente, por via oral, por ingestão ou contacto com as fezes dos animais contaminados. Manifesta-se através de sintomas gastrointestinais, como vómitos e diarreia. Uma vez que a mortalidade é elevada, é essencial que o diagnóstico seja rápido para começar o tratamento o quanto antes. A prevenção é conseguida através da administração de vacinas e do controlo sanitário dos locais onde estiveram animais infectados.

  • Leptospirose

A Leptospirose é uma doença provocada por bactérias da família Leptospira, cujo contágio acontece através do contacto com a urina de animais infetados, sendo os roedores um dos principais animais contaminados que transmitem a doença.

“A sua importância deve-se não só à sua sintomatologia mas também ao seu caracter de zoonose (doença que é transmissível dos animais ao Homem). Apresenta como principais sintomas apatia, vómitos, fezes e urina com sangue que são comuns a outras doenças tornando o seu diagnóstico difícil e não permitindo a detecção de hemorragias internas (um dos principais sintomas) atempadamente.

O seu diagnóstico precoce faz a diferença na sobrevivência do animal.

A doença pode ser prevenida pela administração de vacinas, pela higiene e desinfecção do local onde se encontram animais contaminados e pela desinfestação e eliminação de roedores e de outros reservatórios”, explica a Saúde Animal 24.

  • Doença de Lyme

Esta é provocada por bactérias da família Borrelia que é transmitida através de carraças contaminadas. Afeta não só os cães, como outras espécies, como o ser humano. Os principais sintomas são febre, prostração, aumento dos gânglios linfáticos, inflamação das articulações e menos frequentemente alterações cardíacas, renais, oftalmológicas e neurológicas. A prevenção pode ser realizada através do controlo e eliminação de carraças e roedores.

  • Tosse do canil

A tosse do canil é uma doença provocada por vários vírus e bastante contagiosa.

A sua transmissão é, normalmente, por via aérea (através do contacto com animais contaminados), tendo como principais fatores de risco a alta densidade de animais num pequeno espaço, bem como uma ventilação não adequada. O principal sintoma é a presença de tosse seca, que parece que o cão se está a engasgar ou que tem algo preso na garganta.

Às vezes, os ataques de tosse são tão fortes que podem provocar o vómito. É uma doença que, se não “atacar em força”, pode ficar curado em poucos dias sem necessidade de recorrer a medicação. No entanto, há que ter em atenção que, sendo uma doença muito contagiosa, é recomendável isolar os animais infetados.

Como forma de prevenção podem ser administradas vacinas, isolar os animais infetados, desinfetar os locais onde estão esses animais em espaços com condições suficientes para garantir uma boa ventilação.

  • Raiva

A Raiva é, talvez de todas estas as doenças a mais conhecida pela população em geral. É provocada por um vírus que afeta o sistema nervoso central que pode causar a morte em poucos dias, se não for devidamente tratada. É transmitida através da dentada de um animal contaminado.

Os principais sintomas são a paralisia de membros inferiores que se estende a todo o corpo, depressão mental, muita agitação, sensação de mal-estar, febre, excesso de salivação e contracções da garganta e do aparelho vocal.

A sua prevenção é realizada através de campanhas de vacinação dos mamíferos.

 

Se tiver alguma outra dúvida ou uma situação urgente, não se coíba de ligar para o 760 450 911.

ler mais